Caixa de Pesquisa Dinâmica com assuntos já publicados no Diário

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Arquivos Antigos do Blog do Diário de Um Advogado Trabalhista

domingo, 3 de junho de 2012

A Legião Urbana, Wagner Moura e a PEC do Trabalho Escravo. Não é nada, não é nada. Não é nada mesmo.


Neste dia de Domingo o Diário de Um Advogado Trabalhista relativiza um pouco a linha editorial de nossas postagens trazendo algo escrito há muito tempo por Renato Russo. Se pensarmos bem, nestes tempos em que o Brasil discute a produção legislativa da PEC do Trabalho Escravo, é bastante apropriado e atual o texto.

Mensagem do Blog: Saudações aos amigos Blogueiros que se expõem na galeria de ilustres aí à direita; àqueles que compartilham nosso conteúdo no Facebook através do botão “Curtir”; aos seguidores da nossa Marca no Twitter (@D_Trabalhista), aos novos visitantes e pesquisadores do Google, dentre outros sites de pesquisa que sempre chegam diariamente em grande quantidade e acabam engrossando as fileiras da comunidade que se forma em torno do Blog.

Especial saudação aos quase 4.000 assinantes que nos acompanham através seus emails e que fizeram inscrição para receber nossa Newsletter (gratuita – inscrição na coluna à esquerda do site);

Bem....hoje este Blogueiro divide algo pessoal com os amigos leitores, algo que será raro neste Blog, e, principalmente porque nosso público na verdade procura neste espaço informações técnicas e esclarecimentos do Direito do Trabalho.

Nesta última semana pude presenciar um acontecimento histórico, que foi a reunião de fãs da Legião Urbana no Espaço das Américas em São Paulo, evento este organizado pela MTV. O Show foi comandado Wagner Moura e os remanescentes da banda, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos.

Fiquei literalmente arrepiado e confesso que chorei muito com a sensação que tive ao ver que todos os fãs - como eu, como o próprio Wagner Moura – tinham a oportunidade de se reunir e cantar a plenos pulmões aqueles hinos que sempre ouvimos de forma individual e quase dolorosa nas nossas casas, carros, etc...

Eu sempre ouvi Legião Urbana desde os meus 13 anos de idade. Já tive a oportunidade de ir a um show da Legião com Renato Russo. Meu filho, que hoje tem 15 anos também ouve e é fã, mas a sensação que sempre ficou no ar é de que nunca mais pudéssemos sentir aquela energia explosiva da época em que Renato Russo cantava pessoalmente os sucessos da Legião.

Eis que surge este evento em que Wagner Moura teve o mérito de se colocar no palco não como um interprete da banda, mas como um verdadeiro fã que na verdade estava ali para puxar o couro da plateia. Plateia e Wagner - todos fãs - um só sentimento. Desafinamos todos juntos quando afinados pela mesma intenção, felizes da vida.

Não vai haver outro momento como este. Assim como a Legião Urbana não poderá se apresentar ou gravar novos CDs sem a presença e sem as letras do Renato Russo.

Mas o que tem haver tudo isso com o Diário de Um Advogado Trabalhista?

Nada. Nada mesmo.


A única coisa que sempre sinto e que sentirei para o resto de meus dias é aquilo que a Banda gravava nas notas de rodapé dos discos, imperceptível como um mensagem profetizada: Urbana Legio Omnia Vincit.

E a maneira que encontrei para dividir um pouco essa minha emoção com o público do Blog é reproduzindo a letra e música da música “Fábrica”, esta que foi cantada no show, fala de relações trabalhistas e é tão atual nestes tempos em que o Brasil discute a PEC do Trabalho Escravo:

Preste atenção na letra:


Fábrica


Nosso dia vai chegar,
Teremos nossa vez.
Não é pedir demais:
Quero justiça,
Quero trabalhar em paz.
Não é muito o que lhe peço -
Eu quero um trabalho honesto
Em vez de escravidão.

Deve haver algum lugar
Onde o mais forte
Não consegue escravizar
Quem não tem chance.

De onde vem a indiferença
Temperada a ferro e fogo?
Quem guarda os portões da fábrica?

O céu já foi azul, mas agora é cinza
O que era verde aqui já não existe mais.
Quem me dera acreditar
Que não acontece nada de tanto brincar com fogo,
Que venha o fogo então.

Esse ar deixou minha vista cansada,
Nada demais
.


Se gostou, que tal ouvir?



 

Um comentário:

  1. Amigo Querido, quanta doçura. Tenho certeza que todos se emocionaram com tua experiência. Um luxo poder compartilhá-la.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nossas postagens no seu email: cadastre aqui